Yubertson Miranda
Por Yubertson MirandaLeia em 5 min.12/06/2015 

Quais são seus maiores medos e barreiras no amor?

Numerologia mostra como tipos de pessoas que atraímos dizem muito sobre nós mesmos

Você costuma atrair gente comprometida ou casada? Seus relacionamentos terminam subitamente ou duram poucos meses? Percebe um padrão no perfil da pessoa parceira que tende a se relacionar ou se interessar?

É comum percebermos em nossos relacionamentos a repetição de determinados conflitos. Provavelmente você já se questionou sobre a razão dessas barreiras surgirem sempre, mesmo com parceiros diferentes. O que talvez não tenha refletido é sobre quais medos que você alimenta podem estar influenciando sua vida amorosa.

E a Numerologia pode seu útil nessa reflexão, veja a seguir.

Na interpretação numerológica sobre a vida amorosa, o Mapa do Amor, a análise do seu Número de Impressão pode revelar quais seu maiores medos e barreiras na vida afetiva. E lhe ajudar a compreender, por meio da percepção do excesso ou da falta de certas atitudes e características na pessoa parceira com quem você se relaciona, quais questões você precisa harmonizar para ter relacionamentos mais satisfatórios.

Confira, nos exemplos abaixo, algumas tendências de acordo com o seu Número de Impressão. Para descobrir o seu número, faça gratuitamente a versão Mini do seu Mapa do Amor.

Número de Impressão 1

Você tende a demonstrar medo ou encontrar barreiras de ser o que tanto sonha: alguém original, independente e líder. Na sua vida afetiva, pode atrair repetidamente parceiros egoístas e autoritários. Diante de pessoas com esse perfil, você tem o estímulo de prestar mais atenção à sua maneira de se autoafirmar na vida. E, dessa forma, tentar agir de modo mais assertivo, autoconfiante e firme em suas decisões.

Num outro extremo, você poderá atrair alguém muito indeciso, sem iniciativa. Com esse jeito de ser, o seu par vai lhe estimular a bancar as suas ideias e suas convicções. Pois se fosse esperar pela iniciativa da pessoa parceira, o risco de estagnação seria grande.

Quanto mais direcionar essa força dinâmica e original simbolizada pelo número 1 com assertividade, assumindo a sua originalidade e sendo cada dia mais independente, mais chances você terá de viver relações satisfatórias. Dessa forma, poderá manter um relacionamento amoroso em que um respeita o jeito de ser do outro, tem espaço de autonomia na relação e há uma competição saudável entre vocês, com cada qual incentivando o outro a avançar, ser mais autoconfiante.

Número de Impressão 2

Você tende a demonstrar medo ou encontrar barreiras para entrar em contato com suas emoções, bem como expressar o seu lado yin (os atributos “femininos” de saber ouvir, conciliar, cuidar e proteger). Por isso, ao longo de sua vida afetiva, pode atrair pessoas praticamente mudas de tão tímidas. Alguém que tenha medo de se expor, por exemplo, o que acaba motivando você a usar suas palavras calorosas e de incentivo para ir inspirando seu par a confiar mais em si e em suas próprias ideias.

No outro extremo comportamental, você pode atrair alguém que é muito “pavão”, exibicionista, muito carente de atenção. Pode, inclusive, ter inúmeros amigos, ser chamativo, amar a vida social. Então, ao lado dessa pessoa, você se depara com oportunidades de se socializar e desenvolver sua expressividade cativante.

Por meio dessas experiências em sua vida amorosa, você vai ficando mais à vontade com o seu próprio brilho expressivo. E se abre para aceitar os elogios, desfrutando bem as oportunidades de expansão na vida. Dessa forma, depois de vivenciar esses aprendidos, você terá oportunidade de conquistar uma relação afetiva na qual um troque ideias constantemente com o outro e que ambos se divirtam muito juntos.

NÚMERO DE IMPRESSÃO 3

Você tende a sentir medo ou se deparar com barreiras para sociabilizar, para usar de forma criativa as palavras e chamar a atenção. Por isso, ao longo de sua vida afetiva, pode atrair pessoas praticamente mudas de tão tímidas. Alguém que tenha medo de se expor, por exemplo, o que acaba motivando você a usar suas palavras calorosas e de incentivo para ir inspirando seu par a confiar mais em si e em suas próprias ideias.

No outro extremo comportamental, você pode atrair alguém que é muito “pavão”, exibicionista, muito carente de atenção. Pode, inclusive, ter inúmeros amigos, ser chamativo, amar a vida social. Então, ao lado dessa pessoa, você se depara com oportunidades de se socializar e desenvolver sua expressividade cativante.

Por meio dessas experiências em sua vida amorosa, você vai ficando mais à vontade com o seu próprio brilho expressivo. E se abre para aceitar os elogios, desfrutando bem as oportunidades de expansão na vida. Dessa forma, depois de vivenciar esses aprendidos, você terá oportunidade de conquistar uma relação afetiva na qual um troque ideias constantemente com o outro e que ambos se divirtam muito juntos.

Número de Impressão 4

Você tende a demonstrar medo ou encontrar barreiras para conquistar segurança, para atingir um nível equilibrado de saúde e, ainda, para agir de modo persistentemente realizador.

Ao longo de sua vida afetiva você poderá atrair pessoas muito instáveis, com dificuldades de lidar com as questões práticas e financeiras. Ou mesmo pessoas com problemas de saúde por conta de uma tendência a se exceder em relação ao corpo (seja bebendo muito, comendo bastante, ou muito pouco, etc.). Ao se relacionar com pessoas com tais características, você acabará sentindo o impulso de oferecer amparo emocional ou material.

Num outro extremo, você tende a se relacionar com alguém excessivamente preocupado com alimentação, estética, dinheiro ou trabalho.

Pode ser alguém que trabalhe demais, se esforce muito, por ser bastante preocupado com a segurança. Desse modo, para não se sentir dependente da estrutura que seu par lhe oferece, você pode desenvolver uma postura mais objetiva.

Quanto mais, então, você valorizar a importância de uma saudável disciplina em relação ao corpo e às demandas práticas da vida, tais como cumprir com o que planeja e administrar bem o dinheiro, melhor será sua vida amorosa. Afinal, construirá uma relação cada dia mais estável, inclusive financeiramente, realizando seus sonhos de ter segurança.

Número de Impressão 5

Você pode apresentar, ao longo da vida, muito medo ou encontrar barreiras para vivenciar o desejo de aprender (viajando, fazendo cursos e encontrando pessoas interessantes) e abrir a mente das pessoas com seus conhecimentos.

Em seus relacionamentos, você tende a atrair pessoas com uma forte necessidade de liberdade. Por exemplo, que tenham um espírito de aventura e adorem circular por aí conhecendo muita gente. Ou que detestem rotina, compromisso e formalidade. No convívio com pessoas parceiras com esse perfil, você acabará desenvolvendo um lado mais flexível e aberto a mudanças e novidades.

Num outro extremo, você pode sentir atração por quem odeia viajar ou sair da rotina. Uma pessoa , por exemplo, que vive sem um pingo de excitação, aventura ou novidade.

Alguém que se recusa a abrir a mente para novidades ou para ouvir outros pontos de vista. Num relacionamento com alguém assim, você acaba recebendo o estímulo de não se aprisionar e propor novos projetos, experiências e programas mais estimulantes para a vida a dois ser mais satisfatória.

Quanto mais você se abrir ao novo, às surpresas cotidianas e buscar novos ares, mais interessante sua vida amorosa se tornará. Porque haverá o que você tanto gosta: você aprender com a pessoa parceira e ela também crescer com o que você tem a lhe oferecer de conhecimentos, informações e novidades.

Número de Impressão 6

Você pode se deparar com barreiras para construir uma família, para defender causas que propaguem os seus ideais e ser hábil na vida social. Em sua vida amorosa, tende a sentir atração por um perfil de pessoa parceira que não tenha uma boa convivência com os pais e a família em geral. Alguém tímido, com dificuldades de fazer amizades ou de ser parte de um grupo ou uma equipe.

No convívio com alguém assim, você pode acabar atuando de modo conciliador para resolver os problemas familiares de seu par e apresentando-lhe muitos amigos.

No outro extremo, você pode sentir atração por quem não gosta de conflitos, brigas nem desentendimentos. Uma pessoa parceira que está disposta a sacrificar seus desejos e necessidades para evitar atritos e divergências, especialmente na família. Alguém que ama estar em bando, detestando programas sozinhos ou a dois. Pois quer estar junto de muita gente, principalmente com os amigos do grupo do qual faz parte. Num relacionamento assim, você acaba se envolvendo com a vida social e familiar do par de uma maneira bem intensa, o que lhe faz desenvolver seu senso de união e sua disposição em desfrutar das relações interpessoais.

Quanto mais você puder ser alguém que sabe tanto oferecer seu colo quanto receber o apoio e a segurança emocional dos familiares e dos amigos, mais terá condições de viver uma relação amorosa em que os eventos sociais e também os encontros românticos a dois serão bem equilibrados e satisfatórios. E poderá sentir a confiança e o prazer de ter um lar e construir uma família.

Número de Impressão 7

Um de seus maiores medos tende a ser o de compartilhar seus conhecimentos, suas percepções e seus profundos sentimentos. Ao longo da vida, você pode encontrar várias barreiras para se tornar um especialista (uma autoridade no campo que escolher) e que tenha fé (acreditar em si e no futuro).

Nos seus relacionamentos afetivos você pode repetidamente atrair pessoas que tenham muito medo de ser incompreendidas, traídas ou sofrer preconceitos. E que, por isso, preferem se fechar no seu mundo, se isolar ou selecionar rigorosamente suas companhias. Ao lado de uma pessoa parceira com esse jeito cético e bastante desconfiado, você pode acabar precisando expor e expressar seus sentimentos, a fim de que ela saiba que você a entende e realmente gosta dela.

Num outro extremo, poderá atrair alguém que imponha seus conhecimentos, que seja “dono da verdade”.

Relacionar-se com alguém assim exige que você estude mais, se conheça bastante e se aperfeiçoe para que tenha um embasamento que lhe permita conversar apropriadamente com seu par.

Atrair relações com pessoas desses perfis associados ao número 7 pode indicar a importância de você de aprender a expressar o que sabe e o que sente. Ao vencer os medos de se abrir para o amor, você viverá relacionamentos sem tantas desconfianças e barreiras emocionais.

Número de Impressão 8

Você pode, ao longo da vida, alimentar o desejo de alcançar uma posição de respeito, de obter reconhecimento, mas encarar barreiras para concretizar essa meta. Os seus relacionamentos afetivos, no entanto, poderão ser úteis para lhe fazer refletir sobre os medos que precisa vencer para conquistar o sucesso que almeja.

Um perfil de pessoa parceira que seja muito submissa, por exemplo, pode se repetir em seus relacionamentos. Alguém que não liga para trabalhar ou que esteja perdido profissionalmente, que seja facilmente dominada por outros.

No convívio com uma pessoa com tal comportamento, você pode sentir a obrigação de agir de forma bastante exigente com ela, demonstrando toda sua força pessoal.

Num outro extremo comportamental pode se relacionar, repetidamente, com pessoas que tenham um perfil muito materialista. Alguém que seja muito preocupado com ter dinheiro, sucesso e fama. E que faça de tudo para aparecer e receber elogios. Pode ser alguém também muito ditatorial, mandão, tirânico. Para você não se ver dependente financeiramente do seu par, nem ser controlado pela personalidade forte, você acabará desenvolvendo seu senso prático, suas habilidades administrativas e seu poder pessoal.

Esses extremos comportamentais em suas relações amorosas representam a importância de desenvolver na justa medida as suas ambições. Reconhecer que almeja – e merece – o sucesso, o reconhecimento e a prosperidade. E que sabe ser justo, ético e maduro no exercício de sua autoridade. Dessa forma, edifica relações em que um respeita e admira o crescimento pessoal, profissional e material do outro. E, o melhor, sabendo desfrutar do que conquistam junto aos seus familiares e amigos.

Número de Impressão 9

Você pode ter medo ou se deparar com barreiras para realizar seu sonho de ser reconhecido por seu talento artístico, professoral ou prestativo, sendo popular e ajudando muitas pessoas. Por isso, poderá se sentir muito atraído por pessoas que tenham dificuldade de lutar por suas próprias metas e empreendimentos, justamente por serem muito mais focadas em se sacrificar em prol do outro.

São desleixadas consigo mesmas, uma vez que fazem de tudo para servir e auxiliar o maior número possível de pessoas.

Um complexo de mártir pode reinar no comportamento de quem você atrai no amor. Consequentemente, você aprende muito ao lado desse perfil de pessoa, porque se inspira em ajudar. Você tende a mostrar a essa pessoa que ela precisa colocar mais os pés no chão, resolver seus próprios problemas e, dessa forma, ter melhores condições de ser útil aos outros.

Por outro lado, você pode acabar se relacionando com uma pessoa muito egoísta, individualista e com a mente bem estreita. Ou seja, que está mais preocupada consigo mesma, que não quer ajudar ninguém, mas quer que todos lhe ajudem. Inclusive, essa pessoa pode se sentir injustiçada, perseguida ou mesmo vítima. Há também a possibilidade de ter crenças muito malucas, ilusórias, seguindo certos princípios que mais evitam a vida do que ensinam a viver bem no dia a dia. Ao lado de alguém assim, contudo, você pode desenvolver suas habilidades professorais para ensinar com inspiração e amor, e a pessoa parceira pode se desvencilhar dessas armadilhas para realizar seus elevados ideais.

Então, quanto mais você encara primeiro as suas próprias limitações, tornando-se exemplo de superação, mais à vontade se sente em uma relação afetiva, e pode diariamente inspirar seu par com a expressão cativante do seu coração sensível e generoso. Isso cria um laço marcado por muita compaixão, entusiasmo e a alegria de ambos ensinarem bastante um para o outro.

Viver relações amorosas nos ajuda a evoluir

Como pode notar, a vida, em sua sabedoria, arruma um jeito de nos mostrar o que tanto temos dificuldade em desenvolver e expressar. E uma das áreas que evidencia o palco desses aprendizados é a amorosa. É ali, ao lado de uma pessoa parceira, que encontramos uma bela oportunidade de nos conscientizarmos desses sonhos representados pelo Número de Impressão do nosso Mapa Numerológico. O amor é uma experiência que melhora a cada dia, à medida que refinamos a vivência do que esse Número representa.

Yubertson Miranda

Yubertson Miranda

Yubertson Miranda é numerólogo, astrólogo e tarólogo e é graduado em Filosofia. Ama encontrar significado nos eventos do dia a dia. É autor das análises numerológicas do Personare.